Peganum harmala (Arruda Síria) - 10 gramas
Seja bem-vindo!!!
Olá Viajante! - 20/01/2019
Busca
 
   Inicio » Catalogo » Etnobotânicos » Sementes    
ANULAR FRETE GRÁTIS E PAGAR POR SEDEX

» Afrodisíacos (3)

» Calmantes (11)

» Etnobotânicos (17)

» Medicinais (8)

» Aromáticos (7)

» Plantas Vivas (1)

» Outros Itens (4)

» Sementes e Esporos (24)

» Super Alimentos
Quem Somos
Como Comprar
Condições de Uso
Frete e Devoluções
Ler Opiniões
Privacidade e Segurança
Rastrear Pedidos
Código de Defesa do Consumidor
Fale Conosco
Fazer comentárioEscreva um comentário sobre este produto
Peganum harmala (Arruda Síria) - 15 gramas
[Sementes]
Peganum harmala (Arruda Síria) - 15 gramas
Você deve fazer o login
para visualizar os preços!


Preços por Quantidade
Até 9Você deve fazer o login
para visualizar os preços!
De 10 até 99Você deve fazer o login
para visualizar os preços!
100 ou maisVocê deve fazer o login
para visualizar os preços!


Adicionar:    



 INFO

Família: Nitrariaceae
Espécie: Peganum harmala L.
Nomes comuns: Arruda Siriana, Arruda da Síria, Harmal

É uma planta nativa da região Mediterrânea oriental, leste da Índia, comum no Oriente Médio e África.

Ela é utilizada de forma medicinal como analgésico e anti-inflamatório, e também como antidepressivo, uma vez que atua como inibidor reversível da monoamina-oxidase (MAO-A).

É usada ainda para fins religiosos em alguns tipos de culto.

 

CULTIVO:
A Peganum harmala ou Arruda Síria se dá com solos comuns, bem drenados, arenosos e aerados;

Uma boa mistura é a de 1/4 Terra vegetal, 1/4 areia, 1/4 fibra de côco (ou casca de pinus) e 1/4 vermiculita (se não tiver pode substituir esta parte por areia + húmus de minhoca); As sementes podem ser colocadas diretamente na terra.

Quanto às regas, a Arruda Síria NÃO gosta de água excessiva, então só deve ser regada quando a terra estiver realmente seca; regas excessivas causam apodrecimento das raízes e morte da planta; Uma boa técnica para regá-la é colocar um prato para vasos embaixo do vaso, e enxê-lo com água, deixando que a água chegue naturalmente às sementes, sem depositar água diretamente sobre elas; Ponha o vaso em local bem iluminado, porém evite expor a planta jovem ao Sol direto durante os horários mais quentes (das 10:00 às 15:00 horas).  A adubação deve ser feita pelo menos uma vez ao ano, um chá de húmus funciona muito bem para isto, mas procure controlar o pH da terra, calcáreo ou mesmo cascas de ovos funcionam para este fim (1 colher de sopa basta).

Por serem plantas que crescem naturalmente em solos secos e arenosos, uma composição mais completa para o solo seria:

1 parte de vermiculita
1 parte de terra vegetal
meia parte de areia grossa
meia parte de humus
meia parte de cascas de pinos
meia parte de areia fina

Enterre as sementes a 0,5cm da superfície, regando todos os dias (sem enxarcar) até elas germinarem, após isso diminua para 1 vez por semana ou mesmo 1 vez a cada 2 semanas, já que são plantas acostumadas com clima seco. Regue apenas quando estiverem claramente necessitadas.

Dúvidas sobre este produto? Consulte-nos!


 
Argemone mexicana (Cardo Santo) - 1g sementes
Argemone mexicana (Cardo Santo) - 1g sementes
Bursera graveolens (Palo Santo) - 20 cones
Bursera graveolens (Palo Santo) - 20 cones
     Catálogo de Produtos | Mapa do Site