Rivea corymbosa (Ololiuhqui) - 1g sementes
Deus os abençoe!!!
Olá Viajante! - 17/08/2017
Busca
 
   Inicio » Catalogo » Etnobotânicos » ~350 sementes    
ANULAR FRETE GRÁTIS E PAGAR POR SEDEX

» Afrodisíacos (3)

» Calmantes (10)

» Etnobotânicos (13)

» Medicinais (7)

» Aromáticos (6)

» Plantas Vivas (1)

» Outros Itens (3)

» Sementes e Esporos (25)

» Super Alimentos
Quem Somos
Como Comprar
Condições de Uso
Frete e Devoluções
Ler Opiniões
Privacidade e Segurança
Rastrear Pedidos
Código de Defesa do Consumidor
Fale Conosco
Fazer comentárioEscreva um comentário sobre este produto
Rivea corymbosa (Ololiuhqui) - 10g sementes
[~350 sementes]
Rivea corymbosa (Ololiuhqui) - 10g sementes
Você deve fazer o login
para visualizar os preços!



Adicionar:    



 INFO

Família: Convolvulaceae
Espécie: Turbina corymbosa (L.) Hallier f. (syn. Rivea corymbosa)
Nome comuns: Sementes da Virgem, Planta Cobra, Videira de Natal, Ololiuhqui.

A Videira de Natal é uma espécie de "Morning Glory", nativa por toda America Latina do norte do México ao sul do Peru e naturalizada em muitos outros lugares. Ela é uma trepadeira perene com flores brancas, normalmente plantadas com fins ornamentais.

É conhecida pelos nativos do México como Ololiuhqui ou ainda "semillas de la virgen" (sementes da virgem), pois suas sementes, ainda pouco conhecido fora do México, são usadas em ritos xamânicos ou para fins recreativos devido às suas propriedades enteogênicas. a forma comum de uso é mascar de 1 a 3 gramas de sementes com mel.

É uma planta rústica e pode se tornar invasiva, o que já ocorreu nos EUA e Austrália, onde ela se tornou mais naturalizada.

Cultivo:
A Rivea em geral não apresenta nenhuma dificuldade em seu cultivo.
Trata-se de uma trepadeira, por isso necessita de cercas ou suportes para se agarrar, podendo crescer por vários metros até o topo das árvores.
Dependendo das condições e do desenvolvimento da planta ela pode florescer em apenas 2 a 3 mêses após germinada. Quando adulta coloca muitas flores e produz sementes em cerca de 3 a 5 por cada flor. Prefere lugares de climas amenos (nem quente, nem frio) e é sensível a geadas e secas.

Germinação:
Pode-se deixas as sementes de molho em água durante a noite, e semeá-las em seu local definitivo pela manhã. Devem ser enterradas a não mais que meio centímetro de profundidade.
Mantenha a terra úmida, mas não enxarcada, ou apodrecerá as sementes.
As plantas brotam geralmente entre 3 a 15 dias após serem semeadas.
Deixe um espaço mínimo de 50cm entre uma planta e outra, do contrário poderão competir entre si por nutrientes e espaço, inclusive em sua estrutura de raízes.

Substrato:
De todo ela não é exigente quanto ao solo e vai bem na maioria deles, mas solos ricos e bem drenados rendem melhores resultados.

Em caso de cultivo em vasos, uma boa mistura pode ser:
1/3 terra vegetal negra.
1/3 Areia grossa de rio lavada ou vermiculita expandida.
1/6 de esterco curtido ou húmus.
1/6 cascas de árvores e folhas secas.

Água:
Podem ser regadas diariamente se estiverem em ambiente quente. Mantenha o solo sempre húmido, mas nunca encharcado, sob risco de apodrecimento das raízes e morte da planta.

Iluminação:
Prefere locais sombreados ou de luz difusa quando jovem, desenvolve-se bem sob a sombra de outras árvores. Quando adulta pode ser exposta ao Sol direto, desde que não seja numa região muito quente.


Referências externas:
http://www.erowid.org/plants/ololiuqui/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Turbina_corymbosa

Dúvidas sobre este produto? Consulte-nos!


     Catálogo de Produtos | Mapa do Site